Notícias

Fique por dentro do que acontece na sua Caixa

Tudo pronto para Dia D de Vacinação CAAB 2021 contra a gripe influenza

Compartilhe

A Caixa de Assistência adotou todas as providências para o Dia D de Vacinação CAAB 2021 contra a gripe influenza, que será realizado no dia 21 de abril na capital e nas 36 subseções da OAB-BA no interior do Estado, promovendo saúde para a advocacia baiana. Em Salvador, a imunização vai ocorrer em três postos localizados no Clube dos Advogados, em Praia do Flamengo, no estacionamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), no Centro Administrativo, e no antigo Campo da Graça no Largo da Vitória. A ação começa simultaneamente às 08h.

Como ocorreu no ano passado, quando a CAAB imunizou mais de 10 mil pessoas em 24 horas, a vacinação este ano será no sistema drive-thru para garantir a segurança dos associados e o cumprimento das medidas sanitárias determinadas pelas autoridades sanitárias por conta da pandemia do novo coronavírus. Além da dose contra a influenza advogados e advogadas receberão máscara e álcool em gel, o que contribui para fortalecer a luta contra essa perigosa doença.

“A procura pelo cadastro foi intensa tanto em Salvador quanto nas subseções, o que mostra que os colegas entendem a importância de se vacinarem contra a gripe H1N1. Isso deixa a nossa diretoria feliz, pois mostra que, mais uma vez, acertamos quando não medimos esforços para conseguir as doses da vacina superando as dificuldades ante esse período complicado por conta da pandemia”, afirmou o presidente da CAAB, Luiz Coutinho.

IMPORTÂNCIA DA VACINA – “Todo ano é importante vacinar contra a gripe. Este ano é mais importante ainda. As doenças podem ser parecidas, o que leva a uma dificuldade de diagnóstico. Outro motivo para se vacinar contra a gripe é evitar casos mais graves, uma vez que os serviços públicos hospitalares já estão superlotados para o tratamento do novo coronavírus. A pressão e risco são maiores neste momento”, completa epidemiologista José Geraldo Ribeiro.

O médico ressalta ainda que as pessoas podem tomar as duas vacinas, mas não ao mesmo tempo, conforme determina o Ministério da Saúde. O epidemiologista orienta que, se a pessoa recebeu a vacina AstraZeneca/Oxford, pode tomar a vacina da gripe no intervalo entre as duas doses. Entre a primeira e a segunda dose da AstraZeneca/Oxford há um prazo de até três meses.

Segundo ele, o intervalo recomendado para tomar a vacina da gripe após ser imunizado contra Covid-19, de 14 dias. Se a pessoa tomou a Coronavac, a orientação é que só tome a vacina da gripe depois da segunda dose. No caso da Coronavac, o intervalo entre a primeira e segunda doses é de 14 a 28 dias.

De acordo com o Ministério da Saúde ainda estão sendo realizados estudos de coadministração das vacinas contra Covid-19 com outras vacinas. Por conta disso, a pasta recomenda que seja respeitado um intervalo mínimo de 14 dias entre essas vacinas. Essas informações serão repassadas aos profissionais de saúde para ficarem atentos durante a aplicação de vacinas e o ministério irá orientar a população.

Em tempos de uma crise pandêmica, como ocorre atualmente com a Covid-19, uma campanha de prevenção contra a gripe não só diminui a incidência de casos de Influenza, como também facilita no diagnóstico preciso em relação ao Coronavírus. A vacinação também facilita a diferenciação entre a gripe e a Covid-19, a doença desencadeada pelo coronavírus.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Posso tomar a vacina contra a covid-19 e contra H1N1 ao mesmo tempo?

Não. Os especialistas ressaltam que as pessoas podem tomar as duas vacinas, mas não ao mesmo tempo, conforme determina o Ministério da Saúde. A orientação é que, se a pessoa recebeu a vacina AstraZeneca/Oxford, pode tomar a vacina da gripe no intervalo entre as duas doses. Entre a primeira e a segunda dose da AstraZeneca/Oxford há um prazo de até três meses.

 Por conta da pandemia do novo coronavírus, posso deixar de tomar a vacina contra o H1N1?

Os médicos especialistas recomendam que as pessoas devem priorizar a vacina contra a Covid-19, mas não podem deixar de tomar a vacina contra a gripe

Se eu tomar a vacina, posso pegar gripe?

Sim, porém as chances são bem menores. Além disso, os sintomas causados costumam ser bem mais leves.

Quem não pode tomar a vacina da gripe?

A imunização só é contraindicada para pessoas com alergia grave (anafilaxia), a algum componente da vacina ou a dose anterior.

Quanto tempo leva para a vacina fazer efeito?

É necessário período de duas semanas para a vacina fazer efeito e a pessoa vacinada começar a produzir os anticorpos que protegem contra a gripe.

Quem está com febre, pode tomar a vacina da gripe?

Para pessoas que estejam com febre no dia da aplicação, recomenda-se aguardara febre ceder para receber a vacina.

A vacina da gripe pode dar febre em bebê?

Sim, um dos eventos adversos comuns da vacina da gripe é a febre.

É verdade que a vacina da gripe pode causar gripe?

É mito. A vacina da gripe é composta por vírus inativado, ou seja, incapaz de causar a doença.

Gestantes podem tomar a vacina da gripe?

Sim. Gestantes são consideradas do grupo de risco e devem se imunizar.

Se eu não tomar a vacina da gripe em um ano, preciso tomar duas doses no ano seguinte?

Não. A imunização é feita anualmente em dose única. Caso tenha deixado de tomar em determinado ano, deverá aguardar o ano seguinte e se imunizar.

A vacina contra a gripe previne o Coronavírus?

Não. A vacina da gripe não confere proteção contra nenhum tipo de Coronavírus. Ainda assim, é extremamente importante para prevenir infecções respiratórias causadas pelo vírus influenza.

Preciso tomar a vacina da gripe todos os anos?

Sim. O vírus da gripe é mutável, ou seja, muda periodicamente. Por conta disso, a composição das vacinas também é reformulada, sendo necessária uma nova aplicação todo ano.

Se eu não for grupo de risco, preciso tomar a vacina da gripe?

Sim! Embora a gripe possa ser muito grave em grupos de risco, todas as pessoas acima de 6 meses de vida devem se vacinar anualmente.

Quanto tempo dura a campanha de vacina da gripe?

Geralmente a campanha de vacinação dura entre 2 e 3 meses. O ideal é se vacinar assim que a vacina ficar disponível para já se manter protegido.

SINTOMAS DA INFLUENZA – O vírus Influenza é responsável por causar sintomas como:

  • febre alta;
  • cefaleia;
  • dor muscular;
  • tosse seca;
  • entre outros.

Esses sintomas podem perdurar por vários dias ou até semanas. O quadro da doença pode se tornar grave caso atinja pessoas com idade avançada ou que convivem com doenças crônicas.

Fontes: Ministério da Saúde, SBI Perguntas e respostas sobre a vacina da gripe. Disponível em: Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e Fiocruz.