Notícias

Fique por dentro do que acontece na sua Caixa

CAAB prorroga suspensão de serviços por conta da pandemia do novo coronavírus

Compartilhe

Ciente da necessidade de manutenção do isolamento social sugerido pelas autoridades de saúde pública, como medida de combate à disseminação do novo coronavírus (covid-19), a CAAB divulgou o Ofício Circular nº 008/2020, de 31 de março de 2020, prorrogando a suspensão de todos os seus serviços (com exceção do Plantão Odontológico em sua sede, no Bairro de Nazaré) até o dia 30 de abril do corrente ano. Nesse período, a Caixa de Assistência poderá adotar, caso necessário, outras providências administrativas para evitar a propagação dessa perigosíssima doença.

Com a medida, de caráter preventivo, a CAAB colabora com a saúde pública e protege seus associados de uma possível contaminação com essa perigosa doença, que deve ser combatida por todos seguindo instruções do Ministério da Saúde (MS). O expediente interno da sede do bairro de Nazaré, por enquanto, está mantido.

A CAAB segue observando os fatos e determinações das autoridades de saúde pública sobre ações e medidas relacionadas à pandemia e espera poder retomar suas atividades ao fim desse prazo. Desta forma, divulgará novidades por meio dos seus canais de comunicação: site e redes sociais da CAAB.

Todos devem fazer sua parte para combater o coronavírus. Veja algumas dicas e tire dúvidas:

Como acompanhar a epidemia?
O Governo divulga boletins nacionais em tempo real. As equipes de saúde e serviços estão preparados para atender pacientes com sintomas iguais ou parecidos com os da doença. Esta rede é composta por unidades básicas de saúde (US), unidades de pronto atendimento (UPAs), SAMU e um monitoramento efetivo dos vírus circulantes chamado serviço sentinela.

Devo usar máscaras?
Apenas se estiver com os sintomas da doença, para evitar a transmissão do vírus, ou se mantiver contato com pessoas infectadas, como no caso dos profissionais de saúde. Quem não apresenta sintomas deve apenas adotar as medidas de prevenção.

É possível estar com a doença mesmo sem apresentar sintomas?
Sim. Alguns pacientes não apresentam sintomas, mesmo infectados com o vírus.

Como diferenciar a COVID-19 do resfriado e da gripe?
Os sintomas da COVID-19 lembram em partes os da gripe e do resfriado. Por isso, é fundamental fazer o teste para confirmar o diagnóstico.

A COVID-19 acomete apenas idosos?
Não. Qualquer pessoa pode ter a doença, mas o público mais vulnerável são idosos e portadores de doenças crônicas, como diabetes, pressão alta e doenças cardiovasculares.

Posso contrair o coronavírus pelo ar?
Não. O contágio se dá pelo contato com pessoas infectadas, por meio da saliva, tosse ou espirro. Por isso, deve-se ficar a mais de 2 metros de distância de um portador da doença.

Animais de estimação podem transmitir o novo coronavírus?
Não há evidência de que animais de estimação contraiam ou transmitam o coronavírus.

Existe algum remédio que previne a COVID-19?
Não. A eficácia de antibióticos e vitaminas também não é comprovada nesse caso. A melhor maneira de prevenir a doença é adotar as medidas de proteção.

Usar o álcool em gel é mais eficiente do que lavar as mãos como medida preventiva?
Não. A higienização das mãos com água e sabão por cerca de 40 segundos já é suficiente para prevenir a contaminação pelo coronavírus. O uso de álcool em gel de 70% é uma forma alternativa de manter a higienização. Ele é importante para a limpeza de objetos e superfícies usadas com frequência que podem podem favorecer o contágio.

Todas as pessoas devem fazer exame para saber se estão com a doença?
Não. Apenas quem apresentar alguns dos sintomas deve procurar as unidades de saúde e, conforme solicitação médica, realizar o exame. Os testes devem ser feitos no mesmo local do atendimento.

Como posso contribuir?
Ajude a divulgar as dicas de prevenção. Converse sobre o conteúdo deste site com seus colegas, amigos, vizinhos e familiares.