Notícias

Fique por dentro do que acontece na sua Caixa

Nova CAAB repudia brutal e covarde assassinato de advogado em Santa Catarina, no exercício da profissão

Robert

Robert foi atraído para uma mortal armadilha. A polícia precisa esclarecer o caso

A Caixa de Assistência dos Advogados do Estado da Bahia (CAA-BA), órgão da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Bahia, lamenta e repudia a morte, em pleno exercício da profissão, do advogado catarinense Roberto Caldart, de 42 anos, que foi covardemente assassinado enquanto exercia a profissão. O fato ocorreu nesta terça-feira, dia 24, em Barra do Aririú, na cidade de Palhoça, em Santa Catarina.

Informações da polícia dão conta de que o advogados defendia moradores de quitinetes, que ficam no terreno onde o crime ocorreu. Ele foi chamado ao local porque um grupo chegou exigindo que os moradores deixassem a área, por força de um mandado de reintegração de posse.

Ao ser questionado pelo advogado, o grupo iniciou a agressão. Roberto foi atingido por um soco no pescoço e morreu. Segundo a polícia, não houve pedido de acompanhamento para cumprimento de mandado no local. A suspeita é de que um suposto proprietário do terreno teria enviado os homens, possivelmente policiais militares, para ameaçar os moradores.

O presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Palhoça, Leandro Rachadel, tem outra versão. Ele contou que o advogado foi chamado para atender um cliente no local e, quando chegou, o proprietário do imóvel aguardava com mais 10 pessoas, supostamente querendo remover as famílias que lá estavam.

Roberto então solicitou que os homens apresentassem uma ordem judicial e que se identificassem, já que teriam se apresentado como sendo policiais.

Ainda segundo o presidente da entidade, quando solicitada a identificação, os homens — alguns estariam armados — partiram para a briga, momento em que tiraram a vida do advogado.

Leave a Reply